fevereiro 18, 2009

António Aleixo, o Poeta Cauteleiro



O Mundo só pode ser
melhor do que até aqui
quando consigas fazer
mais p´los outros que por ti

Muito contra o meu desejo
sem lhe querer dizer porquê
finjo sempre que não vejo
quem finge que me não vê

Quando os Homens se convençam
que à força nada se faz
serão felizes os que pensam
num mundo de Amor e Paz

In Este Livro que vos deixo...
António Aleixo

Nascido, em Vila Real Santo António, 18/Fev./1899

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Muito actual, nos dias que correm. Talvez por isso esteja tão injustamente esquecido

direitinho disse...

Dizer o quê ? Nada.....
É preciso viver tudo quanto foi dito.