junho 02, 2009

As Maçãs Podres do Senhor Bastonário


Não conheço ninguém que dos seus diga tão mal.
Desconfie-se de quem dos seus diz mal...
Se nem dos nossos dizemos bem, que dirão os outros de nós?
Soube-se agora, através do Senhor Bastonário da Ordem dos Advogados, que há advogados que ajudam na prática de crimes, que alguns estão presos, que outros estão fugidos do país, enfim, que a classe tem maçãs podres.
Que o Senhor Bastonário sabe, inclusive, quem são essas maçãs podres mas que não lhe compete a ele denunciar tais pessoas.
Também se viu recentemente, no programa Prós e Contras, que o Senhor Bastonário anda em luta com os Senhores Advogados e estes com ele.
Sabemos, é certo, que NO DIA das eleições, o Senhor Bastonário foi eleito DEMOCRATICAMENTE pela maioria dos advogados.
Agora, vencidas democraticamente as eleições, diz que irá cumprir o seu programa eleitoral.
Tal e qual como ele Pensa, Quer, Pode e Manda!
O que os advogados pensam é algo que não lhe interessa minimamente.
De facto, tal prerrogativa não constava do seu programa.
Aliás, após a vitória democrática deste Bastonário, advogado deixa de pensar e de ter opinião.
Passando a cumprir-se, na íntegra, um programa eleitoral, sem o mínimo respeito pelos outros órgãos da Ordem e pelos advogados.
É este Senhor Bastonário que se diz como sendo de esquerda, o ARAUTO da Verdade!
Só que este Senhor Bastonário não Sente, não Pensa, nem Vive como um verdadeiro Advogado!
De resto, se calhar, nunca terá exercido a advocacia de forma plena e em exclusividade!
Com o devido respeito pelas áreas por onde andou (ensino e jornalismo) isso faz com que ele não sinta o verdadeiro espírito e problemas da classe.
Da classe da qual fazem parte pessoas como eu, que sempre exerceram a advocacia de forma única e exclusiva, sem mediatismos, sem propaganda política, sem jornais, televisões e entrevistas sensacionalistas.
Classe de gente que trabalha e luta diariamente no silêncio dos seus escritórios e na confusão dos Tribunais e Repartições Públicas para que se faça Justiça!
A classe dos Advogados com classe!
É a esta classe que tenho orgulho de pertencer e que gostaria de ver devida e dignamente representada.

3 comentários:

Anónimo disse...

Parece-me muito bem. Gostei particularmente da referência à "classe com classe", já que infelizmente a começar pelo Ilustre Bastonete e a acabar nas carradas de licenciados pelas universidade da 2ª e 3ª liga, que cada vez mais inquinam uma classe, que pelo menos deveria ser respeitada e considerada pela sua postura e urbanidade...
Peço Justiça,
Tony das Iscas.

PMO disse...

VAP a Bastonária JÁ!!!

Patricia Lousinha disse...

Vera,
Tenho utilizado a referência do "... M'espanto às vezes, outras m'avergonho...". Como já te tenho dito, nos dias que correm e tendo na memória tudo o que tem acontecido, o espanto cada vez é menor. A vergonha, essa, alcança valores incomensuráveis!