abril 05, 2009

Domingo de Ramos


Hoje é Domingo de Ramos.
Dia de levar o ramo à madrinha.
Na impossibilidade de entrega pessoal,
aqui vão as minhas flores.
Para a minha Madrinha Adelaide.
De Gaia para Copacabana.

10 comentários:

Anónimo disse...

Devias ir de vez para o Brasil...
Não fazes cá falta nemhuma rsrsrs

Vitor Silva Santos disse...

Eu acho que faz cá muita falta! Vim fazer uma visitinha e gostei. Se quiseres retribuir http//tortaslinhas.blogspot.com

Beijos

Vap disse...

Obrigada Vitor.
Vozes de anónimos são como as vozes de burro...

Eu retribui a visita, mas o Blog está parado há uns tempos. Tem que ser movimentado!

Beijos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Apesar de ser padrinho, também recebi alguns de umas afilhadas.

* hemisfério norte disse...

bonito ramo
tenho alguns vasos dessas flores, mas noutras cores.
são de uma beleza simples

bj
a.

Marcia disse...

São lindas as flores. Já que enviste via on0line, não precisas vir aqui. Risos!!! bjs
brincadeirinha!!!!!!

Anónimo disse...

Parabéns a todas as madrinhas...
Boa Páscoa Vera...
Vou de férias para o Brasil...

JB.

Anónimo disse...

Querida Vap,

As flores são lindas!!!

E a tua madrinha irá adora-las, seria bem melhor sentir o cheiro e vê-las ao vivo mas na impossibilidade... penso que é uma optima ideia.
Quanto aos comentários menos auspiciosos, penso que quem desdenha quer comprar...
beijo, muitas amendoas e um coelhinho especial, talvez um "vilela!" Ah! Ah! Ah!

susy

Anónimo disse...

Olá Vera:

Olha estes versos para um fado da Amália.

Vamos Os Dois Para A Farra
Amália Rodrigues

Vamos os dois para a farra,
Passar o dia na estroina!
Eu, um saiote de barra,
E tu, a cinta e a boina!

Os meus vestidos discretos,
Acho que os não devo pôr,
Bastam-me os teus olhos pretos
Que nunca mudam de cor!

Vou cantar um outro fado
E vais gostar de me ouvir!
Hoje não quero pensar,
Hoje apetece-me rir!

Pra não fugir ao costume
Se os meus fados e motejos
Te provocarem ciúme,
Tapas-me a boca com beijos!

Acordei com este jeito
De lançar um desafio:
O teu coração vadio
Que anda a faltar-me o respeito!

L de G

tossan disse...

Linda a tua entrega, penso e faço igual. Ao teu povo felicidades. Beijo